Pesquise em todo o Portal Bom Jardim

quarta-feira, 22 de março de 2017

Três adolescentes foram assaltados em Bom Jardim

Suspeito de assaltar os adolescentes foi preso

Caso aconteceu nesta terça-feira (21), no Centro.
Homem levou três celulares e R$ 70 em dinheiro.

Do G1 Região Serrana

Um homem de 28 anos foi preso nesta terça-feira (21) suspeito de ter assaltado três adolescentes, de 14 e 15 anos, na rua Dias de Oliveira, centro de Bom Jardim, Região Serrana do Rio. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito levou três celulares e R$ 70 em dinheiro.

Ainda de acordo com a PM, o homem embarcou em um ônibus da viação 1001. Uma equipe abordou o veículo e encontrou o suspeito com os itens roubados. O homem assumiu o crime e foi levado para a 158ª Delegacia de Polícia.

ATUALIZAÇÃO  - FNTR (22/03 - 19h25min).

Suspeito preso ontem (21/03) fugiu hoje da 158 DP (Bom Jardim). A informação inicial é de que foi visto na mata no bairro Silveira.

Nome do suspeito: Jhonata Tobias.

Qualquer informação,  ligar para 190 ou para o DPO de Bom Jardim  (2566-2105).

sábado, 18 de março de 2017

Cinco cursos gratuitos para MEIs em Duas Barras

Sala do Empreendedor de Duas Barras divulga agenda de cursos gratuitos que serão realizados a partir do dia 22 de março. As abordam temas como Administração, Finanças, Marketing e Formação de Preços.

Entre os dias 22 de março e 14 de abril, a Sala do Empreendedor de Duas Barras vai oferecer aos microempreendedores individuais (MEIs) e empresas de pequeno porte da região vários cursos gratuitos que têm como objetivo capacitar os empresários a gerirem melhor seus negócios, além de aumentar a competitividade de suas ações e melhorar seus resultados. A iniciativa faz parte do programa do Sebrae/RJ conhecido como “Oficinas SEI”, que é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal. As inscrições já estão abertas.

De acordo com Tiago Schott, analista do Sebrae, ao todo serão cinco cursos com foco em Administração de Negócios, Finanças, Marketing e Formação de Preços. Todos ideais para o empreendedor que quer se aprimorar e estar mais bem preparado para crescer, mesmo diante de um mercado tão competitivo. “O programa ‘Oficinas SEI’ aborda temas básicos para a gestão e o fortalecimento dos negócios, de modo que o participante aprende a planejar e a desenvolver suas características como empreendedor e descobre como melhorar os resultados, contornar problemas e traçar o caminho do seu negócio em direção ao sucesso”, explica.

As oficinas que serão realizadas pela Sala do Empreendedor incluem os seguintes temas nas seguintes datas:

22/03 – SEI Controlar Meu Dinheiro: tem o objetivo de proporcionar aos seus participantes uma visão de como lidar com o uso correto do dinheiro, como realizar o fluxo de caixa e como gerenciar as contas a pagar e a receber, apresentando técnicas e estratégias que os auxiliarão a otimizar os resultados. 

29/03 - SEI Administrar - Parte I: Visa desenvolver a capacidade do empreendedor para melhor gerir seu negócio, descobrir como melhorar os resultados, contornar e evitar problemas e também a desenvolver suas características como empreendedor. Tudo para traçar o caminho do seu negócio em direção ao sucesso.

05/04 - SEI Administrar - Parte II: Continuação da oficina anterior.

12/04 – Marketing: tem o objetivo de apresentar as ferramentas do marketing e mostrar como conhecer seus clientes e comportamentos, de modo a se adequar para melhorar atender suas demandas e identificar ações que irão potencializar seus resultados.

19/04 - SEI Formar meu Preço: Visa fornecer informações básicas sobre formação de preço de venda de produtos e serviços, possibilitando o cálculo de valores que sejam competitivos no mercado e adequados às metas da empresa.

Todas as oficinas serão realizadas pela Sala do Empreendedor de Duas Barras, gratuitamente, a partir do dia 22 de março, das 18h30 às 22h.

Para se inscrever, basta ir à sede da Prefeitura de Duas Barras, que fica na Praça Governador Portela – Centro, na Divisão de Tributação e Cadastro. Para mais informações, é só ligar para (22) 2534-1788.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Taxista é assaltado e esfaqueado em Bom Jardim

Jorge Lomeu, taxista, vítima do assalto.
Jorge Lomeu, taxista em Bom Jardim, morador do bairro São Miguel, foi assaltado na manhã desta sexta-feira, 17/03, tendo ainda sido atacado com uma facada no pescoço. O crime aconteceu na RJ-146, que liga Bom Jardim a Barra Alegre.

Jorge "Marreta" ou "Marretinha", como é conhecido pelos amigos, foi hospitalizado mas está fora de perigo.

Um dos suspeitos do crime é Marciano Godinho Faria (o "Boizinho"), que foi preso no início da noite em Bom Jardim. 

O crime foi praticado por dois assaltantes, perto da Ponte de Ferro. Um deles, com 16 anos, foi apreendido pela PM  pouco tempo depois do crime. A prisão foi possível porque um motociclista que passava pelo local durante o crime acionou o Destacamento de Policiamento Ostensivo de São José do Ribeirão. Com isso os policiais também conseguiram  recuperar o veículo do taxista

O outro bandido, Marciano, tentou fugir durante todo o dia, mas também preso pela Polícia Militar por volta das 20 horas.


Marciano G. Faria, suspeito de
tentativa de latrocínio.

Prefeitura confessa dívida com a previdência e assina acordo de reparcelamento

O prefeito Antônio Gonçalves assinou acordo com o Bom Previ (Instituto de Previdência do Município de Bom Jardim) onde reconhece e se compromete a devolver, de forma parcelada, valores descontados dos servidores e não repassados à previdência entre outubro de 2000 e dezembro de 2004. O montante da dívida é de quase 14 milhões de reais.

A dívida é oriunda de contribuições patronais descontadas nos contracheques dos servidores municipais e não repassadas ao Instituto de Previdência durante o mandato do prefeito Celso de Freitas Jardim.

O valor atualizado de R$ 13.925.543,63 (treze milhões, novecentos e vinte e cinco mil, quinhentos  e quarenta e três reais e sessenta e três centavos) será devolvido ao Bom Previ em 240 parcelas mensais de R$ 58.023,10 (cinquenta e oito mil e vinte e três reais e dez centavos), atualizadas mensalmente.

O acordo de Reparcelamento e Confissão de Débitos Previdenciários firmado entre o Município de Bom Jardim e o Bom Previ (Acordo CADPREVI nº 00215/2017) foi publicado no órgão de divulgação dos atos oficiais do Município no dia 24 de fevereiro deste ano.

Saiba mais:

O Fundo de Previdência Social dos Servidores Públicos Municipais de Bom Jardim foi criado em 27 de novembro de 1996. Em linhas gerais, deveria ter funcionado assim: todos os meses eram descontados 9% do pagamento de todos os servidores municipais e esse dinheiro deveria ser depositado na conta corrente do Fundo de Previdência. Por ocasião de sua aposentadoria, o Fundo pago por todos seria usado para pagar sua aposentadoria ou pensão. Entretanto, o então prefeito Celso Jardim não depositou na conta do Fundo os 9% descontados dos servidores. Em agosto de 2000 esse fato veio a público, causando grande rebuliço na cidade.

Em 04 de setembro do mesmo ano o prefeito solicitou à administração do Fundo o parcelamento de sua Dívida Fiscal em 10 parcelas mensais consecutivas. Foi assinado um contrato entre o Município e o Fundo, onde o prefeito reconhecia a dívida e se comprometia com seu pagamento. A primeira parcela do acordo venceria no dia 21 de setembro e as demais no dia 21 de cada mês. Mas sequer a primeira parcela acordada foi cumprida. 

No dia seguinte ao vencimento, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bom Jardim (SINSEP-BJ) denunciou a quebra de contrato e começou a providenciar uma ação judicial contra o Município.

Para surpresa geral, em 23 de outubro daquele ano o então prefeito enviou à Câmara de Vereadores um projeto de lei, a ser votado em caráter de urgência urgentíssima, que extinguia o Fundo de Previdência. O presidente da câmara, vereador Carlos Moacyr, acatou o pedido de urgência urgentíssima e a Câmara votou e aprovou, naquela mesma sessão, a extinção do Fundo de Previdência. O quorum foi de 8 votos à favor (Ademyr da Bateria, Jorge Amaral, Edir Delduque, Nico Grandini, Renato Alves, Elizabeth Rosa, Carlos Gastão, Roque Barrozo) e apenas dois votos contrários (Telmo Caetano e José Cristóvão).

Somente no dia seguinte, 24 de outubro, os servidores tomam conhecimento do ocorrido e, junto ao seu Sindicato, organizaram um protesto para a manhã seguinte. O prefeito se antecipou e, com forte aparato de segurança (guarda municipal e polícia militar), no horário e local da concentração já estava reunido com trabalhadores no galpão da Secretaria de Obras (atual Galpão Cultural Margaret de Jesus) desde antes da 7h da manhã. Ainda assim servidores seguiram em passeata pelas ruas principais de Bom Jardim até o prédio da prefeitura, onde protestaram até a hora do almoço. Foi acertada uma  reunião para as 18h, no prédio da Câmara Municipal, com autoridades do INSS, a fim de serem fornecidas maiores informações sobre a provável mudança para aquele instituto de previdência.

Nesse ínterim, a TV Serrramar entrevistou líderes do sindicato e tentou uma entrevista com o prefeito, que se recusou a concedê-la. Ele informou apenas que o Procurador Jurídico do Município, com escritório em Nova Friburgo, é que falaria pela municipalidade. Nessa entrevista, transmitida pela TV Serramar no seu noticiário regional, o procurador jurídico afirmou que a dívida do Município para com o Fundo de Previdência seria repassada ao INSS e paga ao longo de 20 anos. 

Entretanto, na reunião realizada naquela noite na Câmara Municipal, autoridade do INSS afirmou que tal acordo não seria possível, em virtude de dispositivo da  Lei de Responsabilidade Fiscal

Na noite de 27 de outubro ocorreu mais uma manifestação. Dessa vez o alvo foi a Câmara de Vereadores. Os servidores municipais foram informados de que a ata da sessão que aprovou a extinção do Fundo de Previdência só seria assinada na sessão seguinte e que, se não ocorresse esse fato a lei não teria validade. Por isso, uma hora antes do início da sessão,  começaram a chegar cidadãos com o propósito de pressionar os vereadores para que mudassem de opinião. Centenas de pessoas se aglomeraram dentro e fora do prédio da Câmara. A maioria dos vereadores não compareceu, não havendo quorum necessário para abertura da sessão. Após o encerramento, à frente do prédio da Câmara, os cidadãos presentes entoaram o Hino Nacional e logo depois seguiram em passeata pelas ruas centrais de Bom Jardim até terminarem o protesto em frente ao prédio da prefeitura, onde foram convidados para estarem presentes à próxima sessão da Câmara de Vereadores na segunda-feira.

Mais uma reviravolta: na segunda-feira, 30 de outubro, o prefeito Celso Jardim marcou reunião com servidores no prédio da Câmara Municipal anunciando que a previdência não seria mais responsabilidade do INSS, como anteriormente divulgado, mas sim do BBPREVI, fundo de previdência do Banco do Brasil. Quase todos os vereadores estavam presentes  a essa reunião. Entretanto, a maioria se retirou logo que ela terminou, sendo ruidosamente vaiados pela grande maioria dos  presentes. Igualmente  foi vaiado o prefeito Celso Jardim, ao sair do prédio. Logo em seguida deveria ter acontecido a sessão da Câmara de Vereadores, que mais uma vez não se realizou por falta de quorum. Ao final, novamente populares e servidores cantaram o Hino Nacional em frente à Câmara e seguiram em passeata pelas ruas centrais de Bom Jardim até o largo vizinho  à antiga Estação Ferroviária (praça João Almeida), onde foi encerrada a passeata.

Por mais inacreditável que possa parecer, o prefeito mudou de ideia novamente e enviou projeto para a Câmara, no final de dezembro, para ser criado um novo instituto de previdência para os servidores municipais, muito semelhante ao extinto. Na última sessão da Câmara de Vereadores do ano 2000, dia 28 de dezembro, aberta às 18h25min, os membros das duas comissões criadas para avaliar o projeto deram seus pareceres. Na primeira comissão houve dois votos contrários e um favorável à criação do novo fundo.  Já a outra comissão deu parecer favorável por unanimidade. Logo em seguida houve uma confusão nos bastidores entre os vereadores, não esclarecida para o público presente, e o Presidente da Câmara suspendeu a sessão por 10 min. Às 19h05min, após o término do recesso, a vereadora Edir Delduque, seguida da vereadora Elizabeth Rosa e dos vereadores Carlos Gastão e Roque Barrozo abandonaram a sessão. Por falta de quórum o presidente encerrou a sessão.

Após o encerramento da sessão o vereador José Cristóvão concedeu entrevista ao jornal O Bonde Ribeironense explicando o ocorrido. Segundo ele, como não houve unanimidade nas comissões, o projeto teria que ser colocado em votação, momento em que seria necessária maioria dos votos da Câmara. Os vereadores que apoiavam o projeto viram que não teriam essa maioria, pois eram apenas 5 e precisariam de 6 votos, então decidiram abandonar o plenário e assim empurrar a matéria para ser discutida no próximo ano.

Toda essa movimentação aconteceu depois de divulgados os resultados da eleição, na qual o prefeito havia sido reeleito. 

No início do ano seguinte, após toda essa polêmica, a recém eleita Câmara de Vereadores discutiu, fez algumas alterações e aprovou a criação do Bom Previ (Instituto de Previdência do Município de Bom Jardim). Entretanto, até o final do seu mandato em 2004, apenas eventualmente parte do que era descontado dos servidores para o Bom Previ era, efetivamente, depositada na conta do Instituto.

Denunciado pelo Ministério Público em 2008, foi aceita a denúncia contra o ex-prefeito Celso Jardim pelo crime de Apropriação Indébita Previdenciária, tendo sido condenado inicialmente a 04 anos, 5 meses e 10 dias de reclusão e 25 dias-multa no valor de um salário mínimo vigente ao tempo de cada uma das infrações, em regime semiaberto (Processo No: 0000670-31.2008.8.19.0009). Recorrendo ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, decidiram, por unanimidade, os Desembargadores da Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, rever a dosimetria e fixar a pena definitiva em 04 anos de reclusão e 20 dias multa, substituída a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direitos, nos termos do voto da Relatora MÔNICA TOLLEDO DE OLIVEIRA, em 3 de junho de 2014.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Bom Jardim é um dos maiores produtores de flores do Estado

Alstromérias.
Segundo dados da EMATER-RJ (Empresa de Assistência Técnica e Assistência Rural do Rio de Janeiro), a Região Serrana do Estado é responsável por quase metade da produção de flores do Rio.

De um total de 1.074 produtores mapeados pela EMATER, os 527 produtores da Serra são responsáveis por 55% da produção de todo o estado. Os municípios serranos com maior quantidade de produtores são Nova Friburgo (como 220 produtores), Bom Jardim (com 200) e Petrópolis ( com 72).

A área plantada nos 3 municípios chega a 624 hetares, preponderantemente trabalhada por agricultores familiares. Mesmo com a crise econômica, o setor provavelmente cresceu entre 2 e 3% em 2016, tendo incrementado o Produto Interno Bruto (PIB) do
Rio de Janeiro em R$ 579 milhões em 2015.

A diversificação da produção certamente contribui para esse crescimento. Há alguns anos a produção era voltada para rosas e palmas. Atualmente são plantadas outras variedades como orquídeas, crisântemos, alstromérias e gérberas, dentre outras.

Dois casos confirmados de febre amarela no estado do Rio de Janeiro

Governo do Rio de Janeiro confirma dois casos de febre amarela no território fluminense e divulga nova estratégia de imunização.

Bom Jardim é um dos municípios em que será antecipada a vacinação.

Após a realização de exames, foram registrados resultados positivos para o vírus em dois moradores da área rural de Casimiro de Abreu.

A Secretaria de Estado de Saúde informa que foram confirmados os dois primeiros casos de febre amarela silvestre com transmissão dentro do Estado do Rio de Janeiro, desde a notificação dos primeiros casos em humanos em Minas Gerais. Após a realização de exames, foram registrados resultados positivos para o vírus em dois homens, moradores da área rural do município de Casimiro de Abreu (Região das Baixadas Litorâneas), sem histórico de viagem para áreas onde há comprovação da circulação da doença.

Diante dos resultados, a secretaria tomou a iniciativa de adotar de forma imediata novas medidas, além da vacinação já anunciada para todo o Estado e que será realizada de forma gradativa em todo o território fluminense.

As novas ações compreendem a antecipação da vacinação para 24 municípios estratégicos, nas regiões Norte, Noroeste, Serrana, dos Lagos e no entorno da reserva do Poço das Antas. São eles: Sumidouro, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu, Rio Bonito, Silva Jardim, Rio das Ostras, Cabo Frio, Macaé, Bom Jardim, Duas Barras, Cordeiro, Macuco, Trajano de Moraes, Conceição de Macabu, Tanguá, Araruama e Casimiro de Abreu (que não estavam na área de vacinação de bloqueio nas divisas com MG e ES), além de Campos dos Goytacazes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, São Fidélis, Cardoso Moreira, Carmo, Cantagalo e Sapucaia (que já estavam entre os 30 municípios com vacinação de bloqueio). A prioridade da campanha será imunizar a população residente ou que trabalha em áreas de mata e zonas rurais.

Para a primeira etapa da vacinação dos habitantes destes municípios, o Ministério da Saúde vai disponibilizar 1 milhão de doses de vacinas, que serão entregues nesta quinta-feira (16) para a SES, que fará a distribuição para os municípios. A estratégia foi alinhada durante reunião do secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr., com o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Adeilson Cavalcante, e o diretor de Bio Manguinhos, Artur Roberto Couto, na manhã desta quarta-feira (15/3) na Fundação Oswaldo Cruz. Os demais municípios, incluindo a capital e a Região Metropolitana, integrarão as duas fases seguintes, com previsão de início até o fim do mês de março, mediante a liberação de novos lotes de doses a serem disponibilizados pelo MS para o RJ. A SES reforça que todo o Estado do Rio de Janeiro será contemplado, portanto, não há necessidade de deslocamento da população entre os municípios em busca da vacina. Toda a população do RJ, observando as contraindicações, será imunizada, de forma gradativa, até o fim deste ano.

MUNICÍPIOS DA REGIÃO ESTRATÉGICA
* Terão a data do início de vacinação antecipada:
- Araruama
- Bom Jardim
- Cabo Frio
- Cachoeiras de Macacu
- Casimiro de Abreu
- Conceição de Macabu
- Cordeiro
- Duas Barras
- Macaé
- Macuco
- Nova Friburgo
- Rio Bonito
- Rio das Ostras
- Silva Jardim
- Sumidouro
- Tanguá
- Trajano de Moraes


* já estavam na área de vacinação de bloqueio (divisas com MG e ES):
- Campos dos Goytacazes
- Cantagalo
- Cardoso Moreira
- Carmo
- Santa Maria Madalena
- São Fidélis
- São Sebastião do Alto
- Sapucaia

MUNICÍPIOS QUE JÁ ESTÃO NA REGIÃO DE BLOQUEIO:
- Aperibé
- Bom Jesus do Itabapoana
- Cambuci
- Comendador Levy Gasparian
- Italva
- Itaocara
- Itaperuna
- Itatiaia
- Laje do Muriaé
- Miracema
- Natividade
- Paraíba do Sul
- Porciúncula
- Quatis
- Resende
- Rio das Flores
- Santo Antônio de Pádua
- São Francisco de Itabapoana
- São José de Ubá
- Três Rios
- Valença
- Varre-Sai

CAPITAL, REGIÃO METROPOLITANA E DEMAIS MUNICÍPIOS:
*data de início da vacinação mantida para o fim do mês de março.

(Fonte: Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro)

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Faleceu ex-presidente do Bloco do Veloso

Antônio José Felipe (o popular Nininho) teve um mal súbito durante o desfile do bloco Bafo de Bode. Levado às pressas para o hospital, infelizmente veio a falecer.

A fatalidade aconteceu no sábado (26/02). Informações iniciais dão conta de que teve um infarto agudo do miocárdio.

Presidente do Bloco Carnavalesco Unidos do Veloso por 18 anos, nesse ano de 2017 Nininho é homenageado no enredo do bloco. Os integrantes da agremiação carnavalesca, fundada em 1975, ainda estão decidindo se irão desfilar.

O corpo está sendo velado na capela mortuária de Bom Jardim e será sepultado hoje, às 16h30min, no cemitério local.

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Acidente no Alto de São José

Dois automóveis colidiram de frente nas imediações do posto de combustíveis.

O acidente aconteceu no fim da tarde de hoje (sábado,  04/02/2017).

Segundo informações de populares, o motorista do veiculo prata estaria embriagado e já havia batido em outros dois veículos um pouco antes.

Sem mais informações.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Ajuda a Microempreendedores Individuais da Região Serrana: Declaração Anual de Rendimentos gratuita

Sebrae/RJ ajuda Microempreendedores Individuais da Região Serrana a realizarem Declaração Anual de Rendimentos gratuitamente

Visando facilitar a vida dos Microempreendedores Individuais (MEIs), os analistas do Escritório Regional Serrana I do Sebrae/RJ, localizado em Nova Friburgo, estão ajudando os empresários da região a realizarem a Declaração Anual do Simples Nacional de Rendimentos (DASN-SIMEI) gratuitamente. Para ser atendido o MEI não precisa agendar previamente. Basta ir à sede do Sebrae/RJ, em Nova Friburgo, que fica localizada na Rua Fernando Bizzotto, 72, no Centro, ou ir à Sala do Empreendedor - que fica no prédio da prefeitura - portando o número do CNPJ e o valor total de faturamento anual já somado.

De acordo com a analista Juliana Noronha, os Microempreendedores Individuais (MEI) de todo país devem ficar atentos ao calendário para não perderem o prazo de entrega da DASN-SIMEI referente ao ano de 2016, que se encerra no dia 31 de maio de 2017. “O procedimento é realizado exclusivamente pela internet, mas para facilitar a vida dos MEIs, estamos ajudando a fazer a declaração, sem custo nenhum. É importante ressaltar que o Microempreendedor Individual deve realizar a declaração anual de rendimento o quanto antes, para evitar transtornos de última hora. Pois quem perder o prazo terá que pagar multa de R$ 50 (cinquenta reais), além de estar passível de ser chamado para esclarecimentos pela Receita Federal, ou ainda ser excluído deste regime tributário”, destaca, afirmando que neste período do ano o movimento no Sebrae tende a ser menor e o atendimento mais tranquilo.

O Sebrae/RJ reforça que não há custos para o Microempreendedor Individual para a realização e entrega do DASN-SIMEI dentro do prazo e informa que qualquer comunicação recebida neste sentido deve ser desconsiderada. 

O preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual pode ser feito no Portal do Empreendedor, no endereço eletrônico: www.portaldoempreendedor.gov.br. Basta acessar o menu do MEI e ir no ícone “Declaração Anual”.

O objetivo da declaração é estimular os empreendedores a regularizarem a situação de suas empresas, informando à Receita Federal o faturamento e o movimento financeiro do ano anterior.

As empresas que por ventura não apresentarem a DASN-SIMEI dentro do prazo e persistirem na inadimplência poderão ser enquadradas na dívida ativa e receber cobrança judicial.

Mais informações sobre a Declaração Anual do Simples Nacional podem ser obtidas por meio da Central de Relacionamento do Sebrae no telefone 0800-570-0800.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Policiais do BPRv de Bom Jardim prendem homens com armas e munição

A ocorrência foi registrada em Cantagalo.

Na tarde do último dia 12, quinta-feira, policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), do Posto 17 - Balança - em Bom Jardim, prenderam dois elementos que estavam em um veiculo, portanto armas e munições. Os policiais, ao realizarem a abordagem, acabaram suspeitando dos indivíduos e, ao fazerem a vistoria, encontraram o material, que foi encaminhado, juntamente com os detidos, para a 153° DP de Cantagalo, uma vez que a operação foi realizada no km 12 da RJ 160, bairro Gavião, naquela cidade.

A guarnição estava composta por Subtente Pinto, 1° Sgt Rezende, 1° Sgt Oliveira e 2° Sgt Pablo. As armas apreendidas são pistolas, revólver e rifles de diversos calibres e carregadores, além de farta munição.



Fonte: Nalu Rosa - Ligados e Conectados no Face.

Carro capota perto da Barra

Automóvel capotou na manhã de 12 de janeiro (quinta-feira) na RJ-116, perto do acesso à Barra de Santa Teresa. O motorista não se feriu e até ajudou, junto com outros homens, a desvirar o veículo.


O acidente aconteceu na altura do Km 99. Equipes do Destacamento do Corpo de Bombeiros do município foram ao local. A pista estava molhada e escorregadia.



quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Autorizado aumento nas tarifas nas linhas rodoviárias intermunicipais

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) informa que foi publicada na edição desta quarta-feira (11/01) do Diário Oficial do Estado, a portaria Detro n° 1.300 que autoriza as novas tarifas para o sistema rodoviário intermunicipal de passageiros do Estado do Rio de Janeiro. O índice de reajuste, determinado pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dos últimos 12 meses, é de 6,99%.

Às tarifas obtidas pela aplicação dos coeficientes atualizados pela variação do IPCA foram adicionadas o valor de R$ 0,2783, conforme determinação do governador Luiz Fernando Pezão, referente aos débitos decorrentes da Lei n° 4.510/05.

As novas tarifas intermunicipais entram em vigor a partir de 00 hora do dia 14 de janeiro de 2017. O aviso sobre o valor das novas tarifas deverá ser afixado hoje pelas empresas, nos ônibus, guichês e pontos de vendas de passagens.