Pesquise em todo o Portal Bom Jardim

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Os espelhinhos

Por Nelson Viesti, na Folha Política.org

Ao distribuir “espelhinhos” para o povo classe C, nosso Governo, juntamente com a cumplicidade da Mídia, assim como a dos chamados “empresários bem sucedidos” acabam fazendo o mesmo papel dos que foram a favor da ditadura militar. Agora sob a falsa idéia de uma Democracia (que, aliás, nunca é criticada), nosso país vai perdendo sua real identidade e anulando qualquer possibilidade política. Reafirmando assim, um grande analfabetismo, esmagando toda e qualquer ideologia, anulando qualquer possibilidade de um “levante” popular "desbaratinando" as massas. Vide os manifestos ocorridos em junho/julho de 2013, onde uma população agonizante tentou sair às ruas pedindo socorro, porém sem qualquer ideologia, sem uma verdadeira noção de coletividade, sem qualquer tipo de organização, mais parecendo um antigo protesto hippie da década de 70 conhecido como “happening”. E os resultados todos viram: o bom e velho hábito do abuso do poder, por parte das “autoridades” e o total desprezo do governo.

É uma verdadeira tragédia, um país que não consegue produzir riquezas, mas sim gerar alguns ricos. Onde só existe um único "bolo" (o mesmo há anos - O PIBINHO!) para se dividir em uma população cada vez maior e cada vez mais faminta. 

A mídia usada como ferramenta pacificadora e anestesiadora da população, “arma” muito maior do que aquela utilizada nos anos de chumbo. Um dia se publica que os empregos diminuíram e no dia seguinte publicam que os empregos aumentaram. Um dia publicam que o custo de vida diminuiu e no dia seguinte publicam matérias totalmente contraditórias. 

A política sendo substituída pela politicagem, os técnicos gabaritados sendo substituídos pelos políticos semi analfabetos em cargos públicos; a máquina inchada da administração pública sendo transformada em um balcão de negócios, como num mercado das “pulgas”. A dilaceração do ensino público; o abandono da infraestrutura portuária; hospitais abarrotados de indigentes; a segurança pública “largada” aos desmandos de grupos criminosos; a sociedade apoiando simplesmente a pena de morte e ou a diminuição da maioridade para apenas se livrar dos bandidos que ela mesma produziu; o transporte público, uma indústria de enriquecimento de poucos em detrimento de um povo que passa mais de 03 horas por dia pendurados nos ônibus e trens, como gado ( e se faz muita propaganda eleitoral dizendo que, agora esse tempo foi heroicamente reduzido para 02 horas e meia e com a criação “virtual” de ciclovias nas grandes capitais) ; centenas de km de corredores de ônibus criadas “a toque de caixa” com a intenção de aumentar a velocidade dos ônibus, porém com mudanças de itinerário obrigando os passageiros a fazer baldeação e perdendo mais tempo ainda do que antes; apenas favorecendo, mais uma vez, os empresários de transporte que, antes recebiam uma passagem e agora recebem várias (embora o contribuinte não pague dentro do prazo de 02 horas); ferrovias inexistentes ou inoperantes num País com dimensões continentais; o total desprezo a uma política de migração às grandes capitais, que não suportam mais receber ninguém de outros estados e nem de outras cidades; um favorecimento espúrio às indústrias automobilísticas internacionais, num país que se vende mais automóveis do que bananas e morrem mais pessoas de acidentes de trânsito por ano, do que soldados americanos em toda a guerra do Vietnam; empresários “bem sucedidos” que insistem em alegar falta de mão de obra especializada, quando o problema é falto de SALÁRIO especializado; um grande engano com a criação de projetos habitacionais, onde o governo paga uma fortuna às grandes empreiteiras, cuja qualidade/custo de construção são altamente discutíveis favorecendo assim um enriquecimento ilícito de seus construtores (cuja fortuna é igualmente dividida aos políticos corruptos que aprovam sua construção e liberação de verbas públicas para sua execução), em detrimento do miserável que irá habitar “naquilo”; obras metroviárias que custaram, por quilômetro, o dobro do que custou o túnel abaixo do canal da Mancha na Europa, sob um oceano e com a mão de obra mais cara do planeta!!!; manutenção de estradas e avenidas que custam muito aos cofres públicos, mas que efetivamente não existem e o dinheiro "sumiu"; viadutos e pontes construídos, cuja necessidade é discutível; um favorecimento também absurdo às instituições financeiras que “vendem” dinheiro a juros compostos e pagam pela mesma “mercadoria”, juros simples. 

Um descalabro político no Congresso Nacional, onde só se “trabalha” para lobistas garantirem o interesse de poucos em detrimento do de muitos e que não mais representa seus eleitores; campanhas eleitorais sem o menor conteúdo político real e financiadas pelos poucos favorecidos de um sistema agonizante para muitos; uma Universidade igualmente dilacerada, onde o ensino superior tornou-se apenas um mero ensino técnico e uma fábrica de diplomas. 

Enfim, uma sociedade que vive de aparências, de engodos, de futebol, carnaval, sem a menor noção de coletividade, anestesiada e apalermada pelos cartões de crédito, telefones celulares, bolsa disso, bolsa daquilo, vale transporte, cestas básicas, automóveis e dívidas. Um verdadeiro “Alice no País das Maravilhas”. Como os espelhinhos que nossos colonizadores distribuíam aos nativos no século XVI, afinal o interesse pela Nação, pelo visto, ainda é o mesmo: explorar e explorar. “Vamos explorar o povo, nossa rua, nosso transporte, nossa cidade, nosso local de trabalho, nossa moradia, nossa família, nosso vizinho e quando não tivermos mais nada a explorar nos mudamos para outro local e continuemos a explorar, como faz a maior parte dos predadores e roedores”. 

E ainda se prega a “sustentabilidade”. Para uma população que, menos de uma década atrás, se fazia do uso da enxada como seu único meio de vida, hoje tem todo tipo de bens de consumo ao seu dispor; e está classificada pelo governo como “classe média” esquecendo-se, no entanto, de que, não há infraestrutura para tal consumo. Afinal, o importante é dispor de computadores, celulares de última geração, automóveis de todas as marcas e modelos. Hospitais, escolas, empregos, segurança são apenas importantes quando se sente a falta deles individualmente e nunca em termos de coletividade. 

Pessoas vivendo no limite da legalidade e da moralidade pensando que a vida é mesmo assim, sem a menor referência. Sempre tirando alguma vantagem de seu próximo. Quando encontram uma placa num jardim dizendo: “NÃO PISE NA GRAMA” cospem na placa.

Já estamos com uma população carcerária de quase 700.000 pessoas ( ou até mais); menos os políticos corruptos e esta população tem dobrado a cada 08 anos. 

Afinal, que tipo de pessoas estamos desenvolvendo aqui? Anarquistas exploradores (como os do séc. XVI?), corruptos, marginais, delinqüentes, predadores e aproveitadores do caos? Qual o destino de uma sociedade constituída dessa maneira?

Isso não é Capitalismo Moderno... Isso é uma ABERRAÇÃO do Capitalismo. 

SAÚDE, TRANSPORTE, HABITAÇÃO, SEGURANÇA, EDUCAÇÃO, EMPREGOS, CRESCIMENTO E SUSTENTABILIDADE : até agora, apenas ferramentas de marketing e plataformas eleitorais.

E eu que na adolescência acreditei que esse era um País de futuro.

Que pena!

sábado, 15 de março de 2014

O Portal Bom Jardim prossegue de férias

Número de visitantes na semana até as 11h40min de 15 de março.
Apesar de continuar em férias, sem publicações novas há um bom tempo, o Portal Bom Jardim tem mantido um número de visitantes superior a 1000 por semana.

Ainda sem patrocínio, as férias continuam...

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Portal Bom Jardim amplia suas férias

Sem patrocínio, o Portal Bom Jardim comunica que continuará em férias durante o mês de fevereiro, podendo publicar uma ou outra matéria apenas em caráter excepcional.

O Editor

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Empresa de telefonia é condenada em Bom Jardim

O juízo da Vara Única de Bom Jardim do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, localizado na região serrana, concedeu a antecipação de tutela para que a empresa Claro S.A. restabeleça o serviço de telefonia celular no município. Em caso de descumprimento, a empresa deverá pagar multa diária no valor de R$100 mil.

De acordo com o processo, os usuários da empresa estão impedidos de efetuar ou receber chamadas no celular em virtude das falhas constantes nos serviços prestados pela ré. O problema acontece no município desde setembro de 2013, a partir de quando, cerca de 1000 ações individuais foram propostas no Juizado Especial da comarca de Bom Jardim.

“Não há dúvidas de que, nos dias atuais, os serviços de telefonia móvel adquiriram importância significativa na economia do país e nas relações jurídicas e sociais da população brasileira, podendo ser considerados, sem medo de errar, como serviços de primeira necessidade. Assim, a descontinuidade de tais serviços, a par de representar inaceitável desrespeito ao consumidor, deixando-o em situação de indesejável vulnerabilidade, causa, sem dúvida, nefasto impacto na vida pública e privada de um sem número de pessoas”, destaca a decisão.

Processo: 0000685-87.2014.8.19.0009

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa do TJ/RJ em 23/01/2014 16:14

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

CEFET está com inscrições abertas até sexta-feira

O Campus Nova Friburgo do CEFET/RJ - Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca oferece os seguintes cursos de graduação:

- Bacharelado em Sistemas de Informação;
- Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo;
- Licenciatura em Física. 

A seleção para ingresso a estes cursos ocorre por meio do SISU (http://sisu.mec.gov.br/), cujas inscrições estão abertas até a próxima sexta-feira 10 de janeiro de 2014 e cada curso oferece 40 vagas.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Férias!!!!

O Portal Bom Jardim comunica aos seus leitores que suspenderá suas atividades até o início de fevereiro, pelo menos. Entretanto, poderão ser publicadas notícias extras nesse período.

Férias, vamos lá!

O Editor

Boas Festas!

O Portal Bom Jardim deseja aos seus leitores boas festas de fim-de-ano e um 2014 de sucesso e felicidades.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

CLARO deixa Bom Jardim no escuro

Já faz cerca de uma semana que os usuários da telefonia móvel da operadora Claro estão sem poder usar seus serviços. Estranhamente, o serviço não funciona apesar de haver sinal.

Os usuários que dependem da operadora como única forma de comunicação por telefone estão desassistidos e alguns estão preparando ações judiciais.

domingo, 15 de dezembro de 2013

Bom Jardim, RJ, realiza ação bem humorada no trânsito da cidade Atores brincam e corrigem infrações de transito.

A ideia é conscientizar de forma irreverente.

Do G1 Região Serrana

Atores utilizam faixas e cartazes (Foto: Ascom Bom Jardim/Divulgação)
Atores utilizam faixas e cartazes (Foto: Ascom Bom Jardim/Divulgação)
Com o objetivo de orientar e educar os motoristas que trafegam por Bom Jardim, Região Serrana do Rio, a secretaria de Trânsito e Guarda Municipal do município convidou o grupo de teatro “Equipe Nóis da Casa”, para realizar um trabalho nas ruas do Centro da cidade. Toda semana, durante algumas horas por dia, os atores ensinam motoristas e pedestres a se comportarem corretamente no trânsito e, de forma bastante humorada, corrige atitudes e infrações.

Com cartazes e panfletos, os atores interagem com os motoristas e pedestres, atentando para a utilização da faixa de pedestres e para uma direção segura, usando o cinto de segurança e respeitando a legislação nacional de trânsito.
Os atores abordam os motoristas de forma irreverente (Foto: Ascom Bom Jardim/Divulgação)
Os atores abordam os motoristas de forma
irreverente (Foto: Ascom Bom Jardim/Divulgação).

As ações são acompanhadas de perto pelos secretários de Trânsito e Guarda Municipal, Raul Dauter, e de Governo, Hudson Monnerat, que já estão sentindo melhora na postura do motorista que circula por Bom Jardim. “A intenção é cobrar o cumprimento da lei, mas de maneira leve, com humor, assim a mudança de postura é mais fácil, flexível. As crianças também têm nos ajudado bastante, elas fiscalizam os pais, ”, comentou Raul Dauter.

Banda realizará concerto de Natal no coreto da praça de São José

Coreto da praça Pe. Sebastião Gastaldi, em São José do Ribeirão.
A Sociedade Musical União Ribeironense, banda de música de São José do Ribeirão, realizará concerto de Natal no domingo, 22/dez, a partir das 20h. O espetáculo acontecerá no coreto da praça Padre Sebastião Gastaldi.

Veja mais em nossa página exclusiva sobre São José do Ribeirão clicando aqui.

Para ver trabalhos de MRS Produções Digitais, clique aqui.

Torneio de futebol de areia foi realizado em São José

O São José Futebol Clube realizou seu primeiro torneio de futebol de areia. 

Veja mais detalhes em nossa página exclusiva sobre São José do Ribeirão clicando aqui.